SPTrans

Bilhetes Únicos antigos deverão ser trocados até final de maio em SP. Confira novas regras

Novas regras de utilização do Bilhete Único na cidade de São paulo foram publicadas no Diário Oficial em edição neste último sábado, 6 de abril de 2019, e estipula limites de utilização, e endurece medidas contra fraudes. Confira:

Quem tem cartões antigo terá que trocar por novos

Os bilhetes sem fotos devem perder a validade em 1º de junho de 2019. Vencido o prazo, o passageiro deverá entregar seu cartão antigo à SPTrans e solicitar um novo. Os créditos remanescentes poderão ser transferidos gratuitamente.

Apenas um bilhete por passageiro

Cada cidadã ou cidadão terá direito a apenas um cartão atrelado ao seu CPF. Para a primeira emissão do Bilhete Único com foto, o usuário deverá pagar a sete tarifas de ônibus (ou seja, R$ 30,10 pelo primeiro Bilhete Único).

Se perder ou for roubado, comunique a prefeitura imediatamente

Quem perder o cartão deverá ligar para o telefone 156 e solicitar o cancelamento imediato, caso contrário, poderá responder por eventuais irregularidades caso um terceiro use o meio de pagamento indevidamente. Para solicitar uma segunda via, o passageiros deverá também deve ligar para o telefone 156 e apresentar um Boletim Ocorrência.

Tarifas antigas terão validade

É muito comum quando há reajuste na tarifa, passageiros carregarem o bilhete para usufruir o valor antigo durante um determinado tempo. Mas a partir de agora, o valor antigo terá validade de 180 dias. Os créditos inseridos até 23 de fevereiro têm cinco anos de validade. Já os adquiridos depois desta data, terão um ano para serem usados no transporte.

Bilhetes ficaram inativos depois de 1 ano sem uso

Se o usuário ficar um ano sem usar o Bilhete Único, o cartão será invalidade, e então o passageiro poderá transferir os créditos para uma segunda via.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Cadastre-se em nossa newsletter!