Recordar é viver

A história de Paranapiacaba contada por um neto de ferroviário

Passeio quase que obrigatório para os amantes da ferrovia, a Vila de Paranapiacaba, em Santo André, guarda dados e equipamentos que contam a historia de uma importante ligação sobre trilhos paulista, fase importante no desenvolvimento do estado de São Paulo.

No 55º vídeo do canal do Via Trolebus no YouTube, o importante jornalista do ramo de mobilidade, Adamo Bazani do site Diário do Transporte, conta a história de seu avô, Romão Justo Filho, que trabalhou no sistema funicular, que era usado para tracionar os trens que desciam e subiam a Serra. Romão teve um papel protagonista em uma ação que evitou um desastre.

As imagens mostram ainda, maquinários do Museu Tecnológico Ferroviário do Funicular, e outros equipamentos históricos da nostálgica vila.

O vídeo conta ainda com imagens da antiga estação Campo Grande, parada intermediária entre Paranapiacaba e Rio Grande da Serra.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Aproveito este espaço para denunciar um crime que está para ser perpetrado contra Paranapiacaba. Trata-se da ameaça de construção de um centro logístico de cargas próximo à vila o que gerar tráfego pesado de caminhões transportando contêineres. Além disso, o centro de cargas configurá-lo como um indutor de ocupação predatória no sítio de Paranapiacaba, um tesouro histórico da região metropolitana de SP

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!