SPTrans

Intervalo excessivo é a maior queixa dos usuários dos ônibus em SP, diz levantamento

Das reclamações registradas no sistema de ônibus da cidade de São Paulo, o intervalo excessivo foi o campeão nas queixas nos últimos dois anos, segundo levantamento feito pelo portal G1.

Os dados mostram que as Zonas Sul, Norte e Sudeste da capital concentram o maior número de insatisfações.

Das 70 mil reclamações, mais da metade concentram em três tipos:

  • Falta de respeito ao usuário, com mais de 7.217 reclamações no período;
  • Superlotação, que rendeu reclamações de 1.534 passageiros em dois anos;
  • Intervalo excessivo das linhas, que gerou 15.366 reclamações nos últimos 24 meses;

Compõe a lista ainda outras questões como a falta de manutenção e a superlotação.

De acordo com a publicação, o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de São Paulo (SPUrbanuss) disse que as viações estão fazendo investimentos na renovação da frota em operação e também empenhadas na melhoria do atendimento aos seus clientes e no aprimoramento dos profissionais.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Isso tudo e bem antigo, a questão é, se já reclamam de intervalos atualmente, e apos a licitação ira diminuir os veículos, como isso ficará então? Um caos? Ai terá intervalos maiores, menos veículos e menos baldeação, o resto o usuário que pague avulso, esse poste que nem da pra chamar de prefeito e uma piada, o problema e a maioria da população lembrar disso nas eleições do ano que vem, infelizmente.

Publicidade

Assuntos

Cadastre-se em nossa newsletter!