Trens Regionais

Doria diz que convênio com o governo federal prevê duas linhas de Trem Intercidades

O Governo do Estado reafirmou que construirá o Trem Intercidades entre São Paulo, Campinas e Americana com ou sem a vontade da operadora Rumo, dos trens cargueiros.

A questão foi levantada após informações de que a empresa que detém a concessão da ferrovia não ter demonstrado interesse em disponibilizá-lo para o transporte de passageiros.

“A Rumo vai ter que tomar o rumo e vai seguir a mesma linha do governo”, disse Doria durante evento de entrega da obra de duas Unidades Básicas de Saúde (UBS) em Indaiatuba. O Governador disse ainda que o projeto segue com “pé acelerado”, e que não houve nenhum recuo.

O governador afirmou também que foi assinado com o Governo Federal, com o Ministério da Infraestrutura, um convênio para a implantação dos dois trens intercidades. O de Americana e o do Vale do Paraíba.

“Não será a Rumo ou qualquer outra empresa que vai determinar ao governo o que ele pode ou não fazer. Nem a velocidade do que temos que fazer. Eles serão parceiros, eu tenho absoluta certeza disso”, completou Doria.

O projeto de trem regional deve ser feito por meio de parcerias público-privadas com investimentos na ordem de R$ 5,4 bilhões, sendo que R$ 1,8 bilhão deve ser investido pelo Estado.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Boa tarde, estão aparecendo tantas propagandas que não é possível achar o espaço de comentários, e quando você finalmente acha, mais propagandas aparecem e arrancam a parte dos comentários da tela e você tem que achar de novo.
    Eu sinceramente não entendo a Rumo, desde 2015 esta empresa reclama que tem prejuízos, eles conseguiram ter prejuízo no segundo trimeste de 2018, durante a greve dos caminhoneiros, em que os produtores estavam desesperados pra desembarcar as mercadorias em Santos.
    Rumo Logística, se vira, toma vergonha na cara e entra na concorrência de transporte de passageiros ao invés de ficar fazendo corpo mole, vai a luta, cobra do governo autorização para por mais trilhos em sua área de concessão, se é que a empresa de vocês pediu isso, ou então tenham a hombridade de fazer como a Triunfo participações e devolver a concessão ferroviária para um outro grupo que queira a concessão possa trabalhar no lugar de vocês.

Publicidade

Assuntos

Cadastre-se em nossa newsletter!

Cadastre-se em nossa newsletter!