Monotrilho

Consórcio Vem ABC reduz prazo de implantação do monotrilho da Linha 18-Bronze

Ainda que as obras da Linha 18-Bronze não tenha sido iniciadas, o Consórcio Vem ABC estima uma tempo menor das execuções.

O operador está impedido de iniciar as construções por conta da falta de um decreto de utilidade pública, até o fim de novembro.

Ainda sim, a empresa adiantou outros processos desde que foi assinada a Parceria Público-Privada – PPP em 2014. A estimativa agora da conclusão do monotrilho que ligará a estação Tamanduateí com São Bernardo do Campo é para 2022.

“Isso tínhamos que fazer de todo jeito, já está no contrato. Adiantamos esta parte, o que nos possibilita ter um prazo de vantagem na ordem de seis meses. Assim, em vez de quatro anos, tudo poderá ser concluído em três anos e meio, não havendo imprevistos e, mesmo se houver, é um prazo importante que ganhamos”, disse o presidente do consórcio, Maciel Paiva.

Aumento na demanda

Em conversa com sites especializados do setor, Maciel Paiva apresentou relatórios onde o Vem ABC estima um aumento na frequência dos passageiros até o ano de 2040. A tabela começa com 423.173 mil usuários por dia transportados em 2023 para 485.557 em 2040:

O intervalo dos trens deve ser diminuído com o tempo, de 115 segundos em 2022 para 104 segundos em 2040.

Troca de fabricante dos trens

A empresa Malásia Scomi desistiu de produzir trens do monotrilho para a Linha 18.

Segundo Maciel, já há negociações com fabricantes internacionais para o fornecimento dos trens. “Há várias possibilidades de fornecedores que possam atender aos nossos projetos. Já estamos conversando com alguns deles. Podem ser empresas de forma isolada como também a formação joint ventures. Essa é a flexibilidade da PPP. Se uma das partes não pode cumprir o que está estabelecido no contrato, nós da iniciativa privada podemos providenciar com muito mais facilidade um substituto”, disse o presidente do consórcio.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Boa notícia, apesar que acho que o ” Gestor” e o Baldy vão querer enfiar um BRT no lugar do monotrilho, vendo as últimas entrevistas do secretário de transportes e do presidente do Metrô me levam a crer nisso, sempre vêm com aquela história de “arrumar alternativas”, que não vê problemas na troca de modal.

  • Foi a melhor notícia. Agora é só torcer para o tempo passar rápido, e aproveitarmos também. Há 20 anos viajo em transporte público, e sei muito bem o sofrimento diário para atravessar São Paulo, nesses transportes precários.

  • Eu acho uma palhaçada esse chove não molha em relação ao monitrilio para o ABC. As vezes é vontade política. O transporte em São Paulo não beneficia a população. Beneficia as empreiteiras e políticos se beneficiar a população é um detalhe

  • Imagina como vai ficar a linha verde!!! Insuportável!!! O ABC precisa de um metrô de alta capacidade, ligando as cidades. E o metrô precisa de linhas circulares e não mais o velho quebra galho do monotrilho e outras linhas jogando todo mundo em direção ao Centro da Capital. Se for igual ao resto, 2022 é um sonho!!!

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!