BRT Monotrilho

BRT alternativo à Linha 18-Bronze teria duas opções de traçado

Ainda que o governo do estado não confirme oficialmente, técnicos das empresas ligadas a secretaria dos transportes metropolitanos planejam projeto alternativo ao monotrilho da Linha 18-Bronze: um BRT – Bus Rapid Transit, segundo uma informação na qual o Via Trolebus teve acesso com uma fonte.

A escolha do meio de transporte se daria se o governo não conseguisse seguir com o projeto dos trens aéreos. O corredor de ônibus teria duas opções de trajeto. Uma seguindo a origem-destino da Linha bronze, entre o Paço Municipal e a estação Tamanduateí, e o outro indo até a estação Sacomã.

A via teria faixas exclusivas com ultrapassagem, permitindo a criação de serviços paradores, expressos e semi-expressos.

A demanda diária, no entanto, seria de 115 mil passageiros/dia, bem abaixo dos mais de 420 mil, estimados pelo consórcio Vem ABC, que assinou uma Parceria Público-Privada  – PPP com o governo estadual, e que e operaria o monotrilho.

A ideia de um projeto paralelo ao monotrilho começou a ganhar força neste ano, quando decretos de áreas de utilidade pública para desapropriação venceram, segundo o secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, em entrevista para o Via Trolebus e o Diário do transporte. E então o governador Joao Doria determinou estudos sobre alternativas.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Ridículo isso, absurdo chamarem uma porcaria de BRT (que é um corredor de ônibus com nome bonitinho) como linha 18. E por mais que fiquem com esse mimimi de 60 a 90 dias pra decidir tudo está bem claro, vai ser esse ” bendito” BRT.

    População deveria fazer protestos contra isso, antes que seja tarde…

  • O corredor ABD-Zona Sul sozinho já deveria ser sido transformado em uma linha de metrô ou monotrilho e os caras inventam de querer deixar de criar uma linha de alta capacidade para fazer mais corredores de ônibus que, além de mais lenta, ainda terá que dividir o espaço com todos os outros veículos. A demanda, é sabido, não poderá ser suprida, não desafogará a Linha Turquesa e a diminuição do tempo de trajeto será mínima. Parece até que o governo não sabe quanta gente precisa ir do ABC para a capital diariamente.

    • Acho que sabem si Danilo. eles agem de má fé mesmo, provavelmente essa mudança já estava decidida antes mesmo do “Jestor” ser eleito. ele tem muita ligação com vários grupos empresariais não duvido nada que estes também estejam por trás disso.

  • Fazer um BRT no lugar do monotrilho é pensar a curto prazo. Politicamente rende votos para mostrar uma inauguração. Porém , a médio prazo, este modal ficará saturado. Basta ver como está atualmente o Transmilenio em Bogotá.

  • Estação Tamanduateí tem duas plataformas prontas sem uso. Se tivéssemos um governo sério dessa plataforma poderia sair a linha 18 vindo em via elevada até onde é hoje o terminal Ferrazopolis. Uma linha nos moldes da CPTM.

Publicidade

Assuntos

Cadastre-se em nossa newsletter!

Cadastre-se em nossa newsletter!