Metrô SP

ViaQuatro confirma que disponibilizará ônibus ligando Taboão a Vila Sônia

Em entrevista a sites voltados a mobilidade urbana na noite desta terça, 19, o presidente da ViaQuatro, Luis Valença, confirmou que, quando inaugurada a estação Vila Sônia, em 2020, a concessionária operará uma linha de ônibus ligando Taboão da Serra a futura estação.

O passageiro pagará, ao entrar no ônibus, a tarifa do Metrô, e desembarcará na estação Vila Sônia após as catracas.

Ainda está para ser definido qual modelo de ônibus será utilizado. Outro ponto a ser definido é se haverá pontos intermediários ou será uma ligação direta. Uma das hipóteses, levantada pelo presidente, é ter uma parada perto do Parque Chácara do Jóquei já que haverá uma estação da linha 4, na fase 3, neste local.

Expansão até Taboão

Questionado sobre planos de expansão da linha 4 até Taboão, Valença disse que caso o Governo do Estado construa as estações Chácara do Jóquei e Taboão da Serra, já há no contrato de concessão que ambas serão operadas pela ViaQuatro.

Sobre o autor do post

Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • “Valença disse que caso o Governo do Estado construa as estações Chácara do Jóquei e Taboão da Serra, já há no contrato de concessão que ambas serão operadas pela ViaQuatro.”

    Isso que é mamata hein…Governo deveria exigir que a ViaQuatro cooperasse monetariamente em relação a expansão da linha, deveriam ter colocado tal clausula no contrato, em casos de eventuais extensões. Muito fácil pegar tudo pronto e operar.

    • A Via quatro comprou toda a frota de trens, implantou a sinalização e toda a infraestrutura atual.
      Ela não pegou tudo “de graça” não senhor. Além de tudo isso, teve que investir alguns bilhões nos sistemas , além de ser a responsavel por toda a manutenção, operação e de pessoal da linha que NÃO é barato e custa milhões todo mês.

      De “graça” seria se ela operasse, mas o governo é que pagasse toda a despesa que a linha custa.

      • Mera obrigação tudo que você citou, já que com isso tem altíssimos lucros, iniciativa privada jamais colocará dinheiro onde não houver retorno.

        O meu questionamento é sobre eventuais expansões, no meu ponto de vista a operadora teria que contribuir para isso.

        • Concordo com o Renato e acho que a ViaQuatro não tinha a mínima obrigação de oferecer estes ônibus, quer ver os altíssimos lucros da ViaQuatro? Vai lá no site da CCR e lê os relatórios trimestrais,faz melhor, compra ações e vive de dividendos, compra sua parte no trem e “anda de metrô custeado pelos dividendos”, deve dar um lucro de 60 centavos a ação e custa mais ou menos 14,40 reais a ação, se você gastar uns 3 mil anuais em transporte é só por 70 mil na CCR e você não gasta um centavo,como pode ver não é um mar de rosas, também não é nenhum mal negócio.

          • E na onde eu falei que a ViaQuatro tem a obrigação de oferecer ônibus?

            O minha indagação é somente nasquestão da expansão da linha, poderiam haver clausulas contratuais determinando que a empresa também contribui-se para a expansão da mesma.

  • Esse embarque “após as catracas” é balela! Se a Via4 tivesse a mínima noção de como é o projeto da estação e do terminal Vila Sônia, saberia que é impossível viabilizarem isso! As catracas vão ficar no andar inferior do prédio principal, e os ônibus vão parar no andar superior do terminal, como é que vão enfiar os passageiros “após as catracas”??

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!