Monotrilho

Scomi desiste de projeto do monotrilho da Linha 18-Bronze

A empresa Malásia Scomi desistiu de produzir trens do monotrilho para a Linha 18-Bronze [Tamanduateí-Djalma Dutra] segundo o que disse o presidente do consórcio VemABC – Vidas em Movimento, Maciel Paiva.

Segundo Maciel, já há negociações com fabricantes internacionais para o fornecimento dos trens. “Há várias possibilidades de fornecedores que possam atender aos nossos projetos. Já estamos conversando com alguns deles. Podem ser empresas de forma isolada como também a formação joint ventures. Essa é a flexibilidade da PPP. Se uma das partes não pode cumprir o que está estabelecido no contrato, nós da iniciativa privada podemos providenciar com muito mais facilidade um substituto”, disse o presidente do consórcio.

A fabricante também desistiu de produzir monotrilhos para a Linha 17-Ouro. Em 2016, a empresa anunciou que construiria uma fábrica em Taubaté, no interior de São Paulo, para a produção do material rodante. No entanto, os galpões não saíram do chão.

O mercado, entretanto, pode oferecer opções a Vem ABC. Empresas como a BYD, que vai produzir trens para a Linha 17, a Bombardier que produziu trens para a Linha 15-Prata, além da Hitachi e a CRRC podem ser a substituta da Scomi no projeto.

Mas, a troca de fornecedor é o menor dos problemas, já que a Parceria Público-Privada – PPP com o Vem ABC foi assinado em 2014 e até hoje as obras não começaram, depois que o governo estadual teve problemas em obter financiamento para desapropriações. Existem relatos até de troca do meio de transporte para BRT ou VLT. Todavia Maciel Paiva afirma que “não tem como o monotrilho do ABC não sair”.

Com as informações de Diário do Transporte

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Lendo declarações do Bady e do presidente do Metrô vejo uma clara intenção de troca de modal. O que seria um erro gigantesco, seria patético considerarem um BRT ou até mesmo um VLT como a solução para a Linha.

  • Várias cidades do mundo investindo em sistemas cada vez mais evoluidos, e na maior cidade da America Latina, temos que nos contentar com monotrilho pra não ter que ficar com BRT. Sem paciência com PSDB mais.

    • O melhor e metro. Mas infelizmente a incompetência das autoridades não vão comprir
      vai continuar a mesma ladainha passa o tempo e o ABC está atrasado cada vez mais na sua mobilidade .
      Governadores fracos não são capazes de administração. Passa tudo pra iniciativa privada com exploração de 100 anos com aconteceu nas ferrovias do século passado pois funcionam melhor.

  • Tem que ter monotrilho no ABC, ridiculo querer trocar de modelo agora. O trolebus lah demora muito e para em sinais, eh um inferno!!! Espero que mantenham a opcao em trilho para o ABC!!!

  • Eu que já fui nos trolebus. Não da pra fazer outra metra não estamos mais nos anos 70 e 80 qd foi construído.
    Já sei o que vai acontecer vão pintar uma faixa e depois vão fazerv umas faixas de concreto pra ónibus passar e o que vai acontecer.

  • Eu acredito que deveria usar o monotrilho da linha 15 , pois já tem e deveria ter um padrão … Por ser um sistema novo, deveria uma empresa só fabricar os carros , pois poderiam locar um carro de uma linha pra outra.

Publicidade

Assuntos

Cadastre-se em nossa newsletter!