SPTrans

Prefeitura de SP reduz vale-transporte para 2 embarques em ônibus

Atualizado às 17h25

O passageiros que utiliza o vale-transporte na cidade de São Paulo por meio do bilhete único perderá dois embarques. Isso significa que até hoje o meio de pagamento permitia o acesso em até quatro ônibus no período de duas horas.

A partir de 1º de março, os trabalhadores terão direito apenas a dois embarques por viagem no período de três horas. A mudança foi publicada em um decreto assinado pelo prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), neste sábado, 23 de fevereiro.

“Essa é uma medida para equilibrar o sistema sem onerar os demais passageiros. Neste ano, o Vale-Transporte deixou de ser subsidiado pelos impostos municipais pagos pela população e o valor será utilizado para custear o sistema de transporte por ônibus da cidade.”, diz nota da SPTrans.

Outra mudança é o fim da emissão de cartões sem identificação, e a substituição dos cartões físicos por virtuais, além da redução do prazo de validade de utilização dos créditos e a possibilidade de inserção de anúncios publicitários nos bilhetes.

Uma novidade é a possibilidade de um modelo de pagamento feito por meio de celulares. O objetivo das mudanças nas emissões dos cartões é garantir segurança e reduzir recursos.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Absurdo!

    Além do vale-transporte ficar mais caro para o trabalhador, agora vai ficar mais limitado.

    Isto vai gerar problemas para funcionários que moram longe de seu posto de trabalho e vai voltar aquela velha história das empresas não contratarem quem mora mais afastado.

    Este prefeito Bruno Covas é um bosta como o avô.

  • Parabéns prefeito em vez de melhor complica mais a vida do trabalhador que na maioria das vezes depende de pegar 3 até 4 ônibus, que agora vai ter que pagar dobrado. Isto é o Brasil…
    Vergonha……..

  • Prefeito fracassado. A resposta vai vir na urna. O burro não cai duas vezes no mesmo buraco. O Bruno Covas quer ser o terceiro. O transporte público derrubou Russomano nas eleições, parou SP em 2013, agora ele vai querer mexer num negócio que a história já provou que não pode mexer.

    • É o povo votou no Doria e nesse prefeitinho safado que está aí agora.O falecido Mário Covas já tinha sido um péssimo governador. Aí anos depois vem o parente dele.Ia dar merda mesmo!essa família Covas é LIXO!olha e sobre o bilhete único aos poucos eles estão acabando com as integrações. Daqui um médio prazo,vai ser igual o cartão bom,que não tem uma misera integração. Gente sejam inteligentes:NAO REELEJAM ESSE CARA!ESSA FAMÍLIA COVAS COM ELES NO PODER,É SP NA COVA!

  • Infelizmente mais um que não sabe administrar nada … conseguiu acabar com o corredor de ônibus na Celso Garcia permitindo carros no sentido centro (ficou pior para para todo mundo) agora vem com mais lambança. Só dá tiro no pé. É uma caricatura de prefeito.

  • Estamos vivendo um período tétrico na historia desse pais, estamos tendo reduções de direitos jamais vista no Brasil, lembrem o que o Bruno Covas e o Bolsonaro fizeram ao povo, dai se quiserem votar novamente nos candidatos dos banqueiros fiquem a vontade, o chicote e livre.

  • De que adianta aumentar o tempo de integração se o número de embarques diminuiu
    mas é claro nosso prefeito vai de carro para o trabalho ou será de helicóptero

  • Todos os prefeitos do PSDB tentaram boicotar o bilhete único, quando a Marta criou você tinha 4 horas para andar em quantos ônibus fossem necessários, o Serra corto para 2 hora e no máximo 4 ônibus, agora o Covas Carreca, praticamente acabou com o beneficio do bilhete único.

  • A melhor coisa que eu tenho pra falar e riscar este partido PSDB vamos lembra dele na próxima eleição para prefeito vamos tira ele é sua é só a gente se lembra deste tua de Bruno covas. Repúdio à este falarão. Ele não anda de ônibus mesmo o povo que paguei a conta vamos acordar povo brasileiro

  • Como fazer no condomínio residencial onde moram pessoas de idade, aposentadas, alias, mal aposentadas para arcar com mais esta despesa. Isto depois de termos o IPTU reajustado em 50%, exatos. Temos 4 funcionários, dos quais possivelmente teremos que demitir 1. Não estamos conseguindo pagar sindicatoS, vale alimentação, vale refeição e mais esta.

Publicidade

Assuntos

Cadastre-se em nossa newsletter!

Linkedin – A Máquina de Empregos

Cursinho para Enem

Cadastre-se em nossa newsletter!