VLT

Mato Grosso consegue prazo para negociar retomada das obras do VLT de Cuiabá

O Governo do Estado do Mato Grosso solicitou ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) o adiamento de 30 dias do julgamento do mérito sobre a rescisão contratual da Parceria Público-Privada – PPP para construção do Veículo Leve Sobre Trilhos – VLT de Cuiabá.

O pedido foi aceito pela desembargadora Helena Maria Bezerra Ramos. A atual gestão busca uma solução para a retomada das obras paradas desde 2014.

De acordo com o secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, o objetivo é finaliza o VLT, em parceria com o setor privado. “Nós ainda não sabemos se a solução para o Veículo Leve Sobre Trilhos será em associação com o Consórcio construtor – que envolve as empresas de construção civil e que opera os trens -, ou com empresas que irão concluir a obra e operar o sistema. Porém, esse prazo obtido com a Justiça servirá para recebermos propostas e aprimorarmos o projeto executivo do modal”.

O secretário disse ainda que o Governo está aberto a receber propostas da iniciativa privada indicando o caminho viável para que o VLT preste serviços à população. “Precisamos, na verdade, de um operador que contemple basicamente três pontos: meios para concluir a obra, operação do sistema e vantajosidade da tarifa”, pontuou Marcelo.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Cadastre-se em nossa newsletter!