Ônibus

Decreto determina que todos os assentos do transporte público sejam preferenciais no Rio

Um decreto assinado pelo prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, determina que todos os assentos disponíveis no transporte coletivo da cidade sejam preferenciais. A medida foi publicada nesta terça, 26, e as empresas de transporte coletivo tem 30 dias para se adaptarem.

Como nas demais cidades brasileiras, apenas alguns assentos, de cores diferenciadas, eram preferenciais a idosos, gestantes, pessoas acompanhadas com crianças de colo e deficientes.

Quem não cumprir a determinação pode ser multado em R$ 100 e ao desembarque compulsório. Ficará a cargo do condutor acionar a Guarda Municipal ou um agente de segurança para fazer valer a legislação.

 

Sobre o autor do post

Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Cadastre-se em nossa newsletter!

Linkedin – A Máquina de Empregos

Cursinho para Enem

Cadastre-se em nossa newsletter!