SPTrans Tarifa

Covas diz que São Paulo pode ficar 25 dias sem ônibus sem aumento da tarifa

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, disse nesta quinta, 14, que irá recorrer da decisão da Justiça de revogar o aumento das tarifas de ônibus aplicado em janeiro passado para R$ 4,30. (leia mais aqui).

“Claro que nós vamos recorrer dessa decisão. Se a gente tiver que abrir mão do aumento da tarifa, estamos falando de R$ 570 milhões de subsídio aos ônibus da cidade de São Paulo. A Prefeitura não tem esse dinheiro disponível. Isso significaria que a partir do dia 5 de dezembro não teríamos mais ônibus na cidade de São Paulo circulando até o fim do ano. Não temos recurso do orçamento de esse ano de 2019 para poder ampliar o recurso que sai dos cofres da prefeituras e vai para as concessionárias [empresas que administram os ônibus]”, disse Covas.

Informações do Portal G1

Sobre o autor do post

Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Gostaria que alguém me explicasse a seguinte dúvida.

    Em 2017 foram 2,86 bilhões de passagens de ônibus, entre gratuidades ou não. Diga-se que metade das passagens foram em regime de gratuidade (o que de longe é um exagero). Teríamos uma arrecadação de 5.72 bi/ano, ou, para expressar melhor o volume de dinheiro, 15mi por DIA! Ou ainda 365mil reais para cada um dos quase 15mil ônibus de São Paulo.

    Como, mas como, meus caros, não há dinheiro o suficiente? Sou muito inocente ou realmente a conta não bate?

  • Lógico né… O filhinho de Papai tem motorista particular para conduzir, onde ele quer… Até Helicóptero se precisar, tem possibilidade de utilizar tbm… 25 dias sem ônibus, não é nada… Dane-se o pobre…O pobre que paga o pato pelo prejuízo…
    R$4,30 que pagamos em nossa condução em SP é muito caro… ABSURDO… de modo que existe ainda em nossa cidade, empresas que ainda circulam ônibus com péssimas condições de utilizar (mais que 10 anos circulando…)

  • No Brasil e sempre aquelas, o mais pobre paga impostos altíssimos, pra sustentar o estado e os corruptos, gastam o dinheiro com querem, sempre a mais do que devem, e nós que já pagamos impostos abusivos, além de não ter o retorno mínimo diariamente, pagamos o pato novamente, quem sabe um dia mude, quando parte do povo acordar, e entender que o voto faz uma grande diferença.

Publicidade

Assuntos

Cadastre-se em nossa newsletter!