Monotrilho

12 cidades que usam monotrilho como meio de transporte no mundo

Nesta semana, dois monotrilhos bateram na Linha 15-Prata, na zona leste de SP, e uma discussão voltou a tona: porque usar este tipo de sistema para transportar pessoas?

Confira o 32º vídeo no canal do Via Trolebus no YouTube:

1 – Monotrilho de Chongqing

A cidade chinesa de Chongqing possui duas linhas de monotrilho, inauguradas em 2005. Elas fazem parte da rede metroviária com 264,7 km de extensão, 6 linhas e 153 estações no total. A rede de monotrilho desta cidade possui 98 km de extensão. Assim como ocorre em São Paulo, o sistema transporta volume de usuários de média a alta capacidade, já que os trens possuem mais de 6 carros.

2 – Monotrilho de Shanghai

O próximo desta lista podemos chama-lo de “super monotrilho”. O sistema é operado com tecnologia de levitação magnética , ou linha maglev. Ou seja, o trem literalmente voa. O sistema começou a ser operado em 2002, e conta apenas com 1 linha e duas estações, com 30 km de extensão.

Este sistema detém alguns recordes como o primeiro maglev comercial de alta velocidade, e o trem elétrico de alta velocidade comercial mais rápido do mundo. O trem pode chegar a velocidade de 431 km/h.

Esta linha no entanto é deficitária, ou seja o custo para manter é maior que o valor recebido com a venda de bilhetes.

3 – Monotrilho suspenso de Wuppertal , na Alemanha.

Aquele que talvez seja o monotrilho mais antigo do mundo, inaugurado em 1901, e mais curioso: é um dos poucos sistemas invertidos do planeta.

Possui uma linha com 20 estações e 13 km de extensão. Transporta mais de 80 mil pessoas por dia. As obras começaram em 1897, e em apenas 5 anos já foram entregues as primeiras paradas.

4 – Monotrilho de Mumbai

O Monotrilho de Mumbai na India abriu as portas em 2014. Mas de la para cá uma série de problemas afetaram o sistema. Desde uma roda que caiu de um dos trens sobre uma avenida, até um incêndio que atingiu uma das composições.

O sistema transporta apenas 19 mil pessoas por dia, em uma linha com quase 10 km. Os trens que operam em Mumbai foram produzidos pela Scomi, a mesma empresa que produziria os trens da Linha 17, mas que deve sair do consórcio.

5 – Chiba Urban

Este é outro sistema com monotrilho suspenso, desta vez em uma cidade do Japão, a Chiba. O modo de transporte foi entregue em 1988, possui 2 linhas e transporta por dia mais de 40 mil passageiros em 15 km de monotrilhos.

6 – Monotrilho de Osaka

Um dos sistemas mais importantes do mundo com 28 km de extensão e 2 linhas, que carregam mais de 130 mil passageiros por dia. O monotrilho de Osaka foi inaugurado em 1990. Este sistema funciona bem, e a prefeitura tem planos de estende-lo.

7 – Monotrilho de Tama Toshi

Mais um sistema do japão, o monotrilho de Tama Toshi foi aberto em 1998. Conta com 16 km e transporta mais de 120 mil passageiros por dia.

8 – Monotrilho de Tokyo

Um dos sistemas de monotrilho com maior carregamento é o de Tokyo, no Japão. Por dia são mais de 300 mil passageiros. A extensão do sistema é de 17 km, conectando o Aeroporto da cidade até a Estação Hamamatsucho Monorail em Minato.

9 – Kuala Lumpur

Aberto em 2003, atualmente o monotrilho da capital da Malásia transporta 63 mil passageiros por dia. O sistema é composto apenas por uma linha com 8,6 km.

Antes da abertura, em 16 de agosto de 2002 ocorreu um acidente durante um teste envolvendo uma roda de segurança de 13,4 kg caindo de um trem e atingindo a cabeça de um pedestre andando sob o viaduto do monotrilho em Jalan Sultan Ismail. A vítima, David Cheliah, um jornalista, precisou ser hospitalizado.

10 – Monotrilho de Daegu

Um dos sistema mais novos do mundo, que ja conta com 1 linha com 23 km de extensão na cidade de Daegu , na Coréia do Sul.

11 – Monotrilho de Las Vegas

Inaugurado em 2004 o monotrilho de Las Vegas conta com um pouco mais de 6 km e não possui operadores. Apesar de baixa adesão de usuários, o governo local tem planos de expandir o modo de transporte.

12 – Monotrilho de São Paulo

O monotrilho da Linha 15-Prata opera na zona leste de São Paulo. Faz parte da rede metroferroviária, que conecta sistemas de metrô e trem. A construção deste sistema começou em 2009 e sofreu diversos atrasos. Dois incidentes marcaram a operação da linha até hoje. Um trem que partiu com as portas abertas e duas composições que se chocaram.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Cadastre-se em nossa newsletter!

Cadastre-se em nossa newsletter!