Monotrilho

Metrô divulga empresa que tocará estação Jardim Colonial, da Linha 15-Prata

O Metrô de São Paulo divulgou nome da empresa que tocará a construção da estação Jardim Colonial: a Somague Engenharia, que além da parada, tocará o paisagismo, ciclovia, e alterações no sistema viário.

Após ordem de serviço dada, que deve ocorrer nas próximas semanas, a construtora terá 28 meses para erguer a parada, ou seja, em meados de 2021.

A estação é posterior a São Mateus, ponto importante de conexão da Linha 15-Prata, que fará integração com o corredor de trólebus São Mateus-Jabaquara, que corta Santo André, São Bernardo do Campo de Diadema.

Por falar em São Mateus, o Metrô trabalha com o cronograma de entrega-la junto com outras 3 estações neste ano, com uma licitação para finalização das obras que estão em curso.

Veja também:

Neste post falamos sobre 8 fatos curiosos do monotrilho da Linha 15-Prata, em operação na cidade de São Paulo. Confira o 22º vídeo no canal do Via Trolebus no Youtube:

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • O novo governo vai ter que trabalhar bastante para arrumar e entregar as obras que o anterior por pura incompetência não entregou, fora que essa linha 15 foi entregue meia boca, so vive em teste uma porcaria.

Publicidade

Anúncios