Após pressão por aumento na oferta de transporte, Cuba recebe novos ônibus Chineses

Cuba recebeu um lote de 89 ônibus chineses, sendo 50 articulados e 39 híbridos, que funcionam com diesel e eletricidade. Os veículos foram fabricados pela empresa Yutong, e comprados por meio de um acordo firmado pelos ministérios cubanos de Transporte e o de Economia e Planejamento com entidades da China.

Os ônibus devem prestar serviços em Havana, em um sistema com 7.600 viagens de ônibus diárias. A rede cubana, no entanto, sofre com problemas onde a demanda pelo serviço é maior que a oferta.

Por conta desse cenário, operadores privados transportam passageiros por meio de automóveis “almendrones“. Mas o governo Cubano revogou parte destas licenças, o que aumentou a demanda pelo transporte coletivo.

Os investimento nos novos veículos serão de 16 milhões de dólares, pago aos chineses em período de até 24 meses.


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

1 Comentários deste post

  1. E Cuba paga alguém? Ou só não paga o Brasil?

    Adilio Faustini / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.