Monotrilho

Franceses estudam construir linha de monotrilho suspenso com 70 km

Franceses consideram construir um monotrilho suspenso para ligar Thionville e Luxemburgo. Moradores e autoridades locais se reuniram para juntar esforços para colocar o meio de transporte de pé.

A rota por onde o trem suspenso poderá ser erguido, é usada diariamente por quase 100.000 passageiros, e as rodovias que ligam as regiões já apresentam sinais de saturação. Há projeções de que este fluxo de usuários poderá aumentar nos próximos anos.

Thionville fica a 70 km distante de Luxemburgo. O projeto é avaliado em 1,5 bilhão de euros. Autoridades falam em abertura para os passageiros no ano de 2035, caso o meio de transporte seja escolhido.

A empresa Supraways, uma das interessadas no monotrilho, diz que o custo por quilômetro poderá ficar de 8 a 10 milhões de euros.

Monotrilhos suspensos

O meio de transporte não é novidade. O sistema da cidade alemã de Wuppertal foi fundado em 1901:

Já no Japão, o chamado “Chiba Monorail Urbano”, conta com duas linhas de monotrilho suspenso. O primeiro ramal, denominado Linha 2 liga a Estação Sports Center à Estação Chishirodai, e começou a operação no dia 28 de março de 1988, e o restante do sistema foi entregue 11 anos depois, em 24 de março de 1999. O monotrilho de Chiba é o maior sistema suspenso com 15,2 km de extensão.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!