Brasil

Falta de recursos e problemas em projetos emperram obras de R$ 132 bi do PAC

Levantamento do Jornal “O Estado de São Paulo”, com base em informações do Ministério do Planejamento, aponta que há R$ 132 bilhões em investimentos parados só na carteira do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o que corresponde a 2.914 empreendimentos com problema.

De acordo com o governo federal, o principal motivo é a falta de recursos, que ocasiona na interrupção de ao menos 294 obras que somam R$ 62,9 bilhões, dos quais parte já foi desembolsada antes de surgirem os problemas. Em seguida aparece como problema de paralisação, falhas na elaboração de projetos. Eles afetam 1.359 obras no valor total de R$ 25,5 bilhões.

Ainda faz parte deste montante, construções com suspeita de irregularidades, como é o caso do VLT de Cuiabá. O contrato com a construtora foi suspenso em 2017, depois da Operação Descarrilho, da Polícia Federal. Uma comissão formada pelo governo do Estado confirmou irregularidades, como o pagamento de “vantagens indevidas” a agentes públicos. Um novo processo licitatório está em curso.

Com as informações de “O Jornal do Estado de São Paulo”

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Publicidade

Anúncios