Ônibus

Atraso na implantação de monitoramento de ônibus no Grande Recife é investigada pelo MPPE

Sexta-feira – 00h01

Após atraso na implantação do Sistema Inteligente de Monitoramento (Simop) da operação dos ônibus no Grande Recife, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) abriu um inquérito para investigar o caso. A tecnologia deveria estar funcionando em 2015.

Grupos sociais apresentaram uma representação contra o Grande Recife Consórcio de Transporte, que gerencia o sistema de transporte público na Região Metropolitana, em reunião na sede do MPPE, com o promotor de transporte, Humberto Graça. O valor total da implantação chega a R$ 40 milhões.

Já foram investidos cerca de R$ 23 milhões, dinheiro público, da sociedade pernambucana, mas o Simop não foi implementado. Viemos ao Ministério Público pedir que seja aberto um inquérito civil para investigar por que esse sistema que traria tantos benefícios para a população ainda não foi implantado”, disse o Coordenador da Frente de Luta pelo Transporte Público, Pedro Josephi.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios