Santiago terá 200 novos ônibus elétricos até 2019

Segunda-feira – 00h25

A capital do Chile deve ter 200 novos ônibus elétricos, segundo anuncio do Ministério dos Transportes Chileno. A medida faz parte da licitação dos transportes, que prevê que cada empresa tenha pelo menos 15 veículos deste tipo.

De acordo com a administração pública, as 100 primeiras unidades devem ser compradas até o final do mês de novembro. Os outros 100 ônibus restantes devem chegar até fevereiro de 2019. Santiago deve ter ainda o primeiro corredor da América Latina exclusivo com veículos elétricos.

A cidade tenta licitar o sistema, mas após diversos recursos, o processo foi barrada em fevereiro deste ano pelo Tribunal de Defesa da Livre Concorrência – TDLC.


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

5 Comentários deste post

  1. Parabéns, Santiago do Chile.
    Saindo dos barulhentos e poluentes ônibus movidos à diesel, assim como muitas cidades da Europa.
    Enquanto isso prefeituras como São Paulo e Curitiba comemorando renovação de frota com veículos poluentes.
    O Brasil como sempre na contra-mão da história.

  2. Antonio Augusto, os nossos ônibus elétricos usam tecnologia de 100 anos atras, so muda a carroceria, tudo aqui e feito para beneficiar empresas de ônibus, a 25 anos atras haviam quase 700 trólebus, hoje tem em torno de 200, como você disse o transporte em SP vai na contra mão e em alta velocidade, e o governo do menos em tudo.

    Pedro /
    • Adorei essa parte: “SP vai na contra mão e em alta velocidade”. Incrível como combina perfeitamente com o slogan “Acelera SP”, que nesta releitura SP acelera, porém na contra mão e em alta velocidade.

  3. Vamos ver se vai ter mesmo, se não for só promessas…

    Mauri /
  4. Não precisa ser país europeu pra querer fazer, mais com o lobby das empresas por aqui não mudará tão cedo, vergonha.

Deixe uma resposta