Alckmin dá novos prazos para a entrega de estações e Clodoaldo comenta sobre portas plataforma

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, durante inauguração da estação Moema, da linha 5 – lilás do Metrô, disse que as estações AACD – Servidor, Hospital São Paulo, Santa Cruz e Chácara Klabin devem ser entregues em até 60 dias. Já Campo Belo, continua com o prazo de dezembro.

Durante o evento, foi entregue um cheque simbólico pela Via Mobilidade ao governador. A concessionária será a responsável pela manutenção e operação da linha, além da 17 – ouro, por 20 anos. O Metrô e a Via Mobilidade, controlada pela CCR, devem trabalhar por 120 dias juntos na operação até que tudo seja passado a concessionária.

Após o evento, o secretário dos transportes metropolitano, Clodoaldo Pelissioni, foi questionado sobre a falta das portas plataforma nas estações que estão sendo entregues na linha 5. Ele disse que o Governo do Estado já aplicou R$ 50 milhôes em multa na Bombardier, responsável pela entrega e instalação delas em todas as estações do ramal, inclusive nas inauguradas em 2002.

Pelissioni afirmou que o contrato com a a Bombardier para finalizar a parte de sistema na linha é até dezembro e espera que até la todas estejam instaladas. Caso contrário, o contrato será cancelado.

Para nossa surpresa, o secretário disse que há uma possibilidade de Santa Cruz e Chácara Klabin serem inauguradas com portas plataforma funcionando.

 

Foto de Adamo Bazani

 


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

12 Comentários deste post

  1. Rs, tinha que dar os ultimos prazos “certeiros” antes de sair ne …

    Alexandre i /
  2. Sempre se isentando né, e culpando a empresa pelo atraso, tenho certeza que se fosse em um país europeu, não iriam fazer isso, porque lá a lei existe, e políticos que querem fazer também, se a CCR operar igual opera a linha 4 que eu pego todo dia, já esta de bom tamanho.

  3. Nem deveria ser colocado portas plataformas neste momento, embora seja essencial não é prioridade.Primeiro tem que aumentar as Linhas de Metrô /CPTM, Monotrilho/VLT/Trolebus e Corredores , depois pensar nesses equipamentos caríssimos. Nos trens/VLTs /Tresns bala e Metrôs do mundo inteiro não tem portas em todas plataformas, male male 5% da rede de cada país. Quem questionar e nunca saiu do Brasil sugiro ver no You Tube, têm vídeos de todos sistemas do mundo.Ex: “Metrô de Tokio no horario de Pico”.

    Felix /
  4. “Embora seja essencial, não é prioridade”

    Ué?

    Tiago /
  5. Esperamos que isto não seja um verdadeiro Entusiasmo… Se cada governo que assumisse sua gestão tivesse a mera consciência de quando prometesse tanta coisa durante períodos de Eleições e cumprisse de maneira eficiente em beneficio da população seria muito melhor e talvez, até então, podermos de melhor forma dar um voto não só de eleição, mas um voto mero de confiança.
    Acho um absurdo e uma pouca vergonha, entregar estas tais obras em anos eleitorais, bem como em suas vésperas de candidaturas para mesmos cargos ou outros elevados a nível de politica.
    Através de suas campanhas ficam lançando em rosto a população , os benefícios feitos através de obras que foram entregues por vários lugares ou vários setores,como um todo, aumentando interesses cobiçosos por angario politico.
    De que adianta agora ficar entregando estas obras bem como Estações de Metrô, monotrilho, entre outras obras publicas em pleno ano eleitoral?
    Qual a vantagem nisto?
    Após o ganho eleitoral como voto dado pelo povo de nosso estado ou nossa cidade, tudo que foi prometido em campanhas como tantas vantagens entusiastas, conquistando o povo com seus modos hipócritas e lisonjeiros, leva de 2 a quase 3 anos totais discussões para que se transforme do papel como obra.
    Aí quando chega o quarto ano que é renovação eleitoral, ai ficam agilizando tais cousas de forma precipitada para entregas do que prometeram a anos que passaram, mostrando seus belos favores ao povo.
    Quando ganham em cuja época eleitoral seus meros votos conquistados pelo povo que assim convenceram e entusiasmaram tais ingênuos, retardam as promessas ao longo do tempo por 3 anos e mais um tanto, para o 4ª ano seguinte, de modo que demonstrem suas vantagens feitas para talvez até então, tentar conquistar o povo com seus planos conquistados, feitos de forma ilusória criando sobre isto uma rotatividade problemática.
    Com isto sai do nosso bolso imensas contribuições para estes Governos através de custeios por meio de tantos impostos e entre outros causando aquela má impressão de beneficio a eles. E em troco disto, padecemos de desconfortos, problemas e dificuldades, e nunca saímos praticamente das mesmices
    LAMENTO muito, que a cada tempo que se passa, este país nosso está ficando muito atrasado, muita coisa retardada, muita coisa que deveriam existir em beneficio nosso retarda anos para acontecer…
    Privatizações aumentando, pedágios absurdos, impostos exagerados, ilusões em excessos, vantagens indevidas, e aos poucos o estado em si indo cada vez mais se aproximando ao fundo do poço…
    São minoria que percebe isto, enquanto grandes maiorias explorando-nos com grandes custos de arrecadações extraídos do nosso próprio bolso.
    A vantagem e privilégios crescendo, sobre eles, de forma que tais ilusões e vantagens ofertadas por meios de suas campanhas, gerando grandes canseiras e desgastes para a população da Capital e Estado de São Paulo…
    Essa é uma parte da verdade que temos a dizer para ciência de todos que acompanham este site e conteúdos sobre o governo de nosso estado que assim todos acompanhas quando postam tais conteúdos vantajosos para melhor entusiasmo do povo.
    Obrigado!!!

    Santos /
  6. Não importa partido ou gestão, isto é valido a todos!!! Este conteúdo acima descrito…

    Santos /
  7. A Linha 17 Ouro do Metrô Com Operação em Monotrilho Vai Ser Inaugurada Só em Dezembro de 2022

    Michell /

Deixe uma resposta