Prefeitura de SP nega mudanças em integração tarifária

De acordo com alguns relatos em redes sociais, usuários do transporte público da cidade de São Paulo estão relatando que seus bilhetes únicos estão debitando mais do que deveria em integrações tarifárias.

Nos relatos, passageiros dizem que estão sendo cobrados duas vezes com o preço cheio da passagem antes do fim do período da integração (que dura 3 horas ou 4 viagens de ônibus).

De acordo com reportagem da revista Exame, um cobrador diz que há um boato que a gestão Doria pretendia mudar os planos do Bilhete Único para que agora o trajeto fosse identificado como sentido-bairro ou centro-bairro, impedindo as viagens “bate-volta” com uma tarifa só.

A Exame entrou em contato com a SPTrans e esta nega o boato e que haverá mudanças no Bilhete Único.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

4 Comentários deste post

  1. Aconteceu comigo, fui à Paulista apenas comprar um produto bem rapidamente e quando peguei o ônibus para voltar (menos de 30 min depois) fui cobrado uma nova passagem.
    Na hora achei que pudesse ter sido porque era o mesmo ônibus, já que ele tem apenas 1 parada inicial/final. Ele começa nela e termina nela.

    Andre /
  2. Quando você pensa que não pode ter mais sacanagem, sempre vem um se supera.

    Nivaldo Fernandes /
  3. Se for verdade e um absurdo, eu não reparei quanto esta cobrando, mesmo eu usando somente barro centro pra ir trabalhar, vou ficar esperto agora.

Deixe uma resposta