Brasil BRT

Indefinição ameaça fechamento de viações e BRT no Rio

Frente a indefinição sobre o reajuste nas passagens de ônibus no Rio de Janeiro, somado a crise econômica, a Fetranspor e o RioOnibus, entidades sindicais que representam as viações do Estado do Rio e da capital, anunciaram que cerca de 12 empresas podem fechar, com a demissão de mais de 5 mil colaboradores.

Já o sistema de Bus Rapid Transit – BRT da cidade “opera com mais de R$ 7 milhões de prejuízo/mês, poderá ter sua continuidade ameaçada”, afirmou um dos grupos.

“Os consórcios certamente não terão condições de suprir tantas empresas paralisadas e nem de readmitir os rodoviários que ficarem desempregados, diz nota da Fetranspor.

Sobre o fechamento, a entidade lembra que nos últimos anos fecharam as portas “6 empresas de ônibus nos últimos 18 meses (Bangu, Algarve, Top Rio, Andorinha, Rio Rotas e Translitorânea). Foram demitidos 3 mil rodoviários e 900 ônibus destas empresas deixaram de circular.”

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios