Mobilidade Urbana

Se eleito, Russomano quer revogar autorização do Uber

O pré-candidato à prefeitura de São Paulo, Celso Russomano (PRB-SP), afirma em um vídeo que caso seja eleito, deve revogar decreto que autoriza o transporte individual remunerado, que engloba aplicativos como o Uber. As imagens circulam pela internet e pelo WhatsApp.

“Eu não vou aceitar. Uma possível administração minha, vou te dizer aqui, fica claro e transparente: esse decreto será revogado”, afirma Russomano. O deputado federal aparece ao lado do vereador Adilson Amadeu (PTB), que em abril deste ano, durante uma audiência na Câmara dos Vereadores, chegou a ameaçar um executivo do Uber que participava de uma audiência.

O pré-candidato ainda levanta uma suposição de que o atual prefeito Fernando Haddad teria um parente ligado a empresa do aplicativo. “O mais triste dessa história é saber que parentes do prefeito Haddad estão envolvidos com a empresa Uber. Só isso é motivo para parar com esse processo todo.” , acusa Russomano.

As imagens foram divulgadas no site da Revista Época:

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios