Foto: Sergio Mazzi
Monotrilho

Monotrilhos ficaram até 83% mais caros, diz jornal

Imagem de Sergio Mazzi

Reportagem da Tv Globo sobre atrasos em obras de Mobilidade Urbana afirma que as linhas de Monotrilho ficaram até 83% mais caras. Segundo a matéria, o quilômetro construído da Linha 15-Prata passou de 206 milhões para 354 milhões, representando um acréscimo de 70% do que foi projetado.

Já na Linha 17-Ouro, o acréscimo do custo por km foi de 83%, saltando de 176 para 325 milhões, de acordo com a reportagem da TV Globo.

O repórter ouviu um diretor do Metrô que explica que no caso da Linha 15, três estações sobre o córrego da Mooca tiveram seus projetos refeitos, e que este cenário só foi possível constatar após o início das obras. Já sobre a Linha 17, o Metrô atribui a problemas com empresas contratadas e projetistas.

Nesta semana, uma empresa contratada para obras da linha ouro foi considerada inidônea.

Outros atrasos

A série intitulada “Anda São Paulo” também abordou atrasos nas obras dos corredores de ônibus, prometidos pela atual gestão da prefeitura de São Paulo, onde a meta de 150 km até o final deste ano dificilmente será comprida.

Desta meta, apenas 23% deve ser cumprida. A administração municipal atribui a crise econômica sobre a demora nas construções.

Também foi abordado atrasos nas obras das linhas 2-Verde, 4-Amarela e 6-laranja do metrô, a cargo do Governo Estadual.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios