CBTU

Metrô do Recife pode parar por crise financeira

Na semana passada, o ministro das Cidades, Bruno Araújo, em entrevista coletiva em Brasília alertou para dificuldades financeiras enfrentadas pela Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU).

O orçamento do Metrô de Recife deste ano foi reduzido para R$ 51,8 milhões, metade dos R$ 104 milhões necessários, o que pode levar a redução ou até paralisação do sistema em julho.

“Em 60 dias, se não viabilizarmos recursos, não haverá dinheiro para pagar a energia de deslocamento dos metrôs”, disse Araújo, referindo-se aos sistemas de Recife, Natal, João Pessoa, Maceió e Belo Horizonte, administrados pela CBTU.

O gestor alerta para a necessidade de recomposição financeira da Companhia. “(A CBTU) tem centenas de funcionários no Rio de Janeiro e administra metrôs que ficam no Nordeste, a dois mil quilômetros. Não parece funcional”, complementou o novo ministro.

“Já temos trens parados por causa disso, inclusive os novos. Sem recursos, a possibilidade de o atendimento ser afetado a partir de julho existe”, disse o superintendente interino da CBTU no Recife, Leonardo Villar Beltrão.

Com as informações de Folha de Pernambuco

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios