Monotrilho

Poços de Caldas terá que fazer reparos no monotrilho

A Justiça concedeu laminar que determina que a prefeitura de Poços de Caldas faça reparos em toda a estrutura do monotrilho da cidade. Segundo a liminar, essa determinação é por segurança, para evitar que parte da estrutura desabe. A prefeitura informou que ainda não foi notificada da decisão.

O sistema foi inaugurado em 2000 com 8 km de extensão porém, entre 2001 e 2003, o transporte funcionou poucas vezes devido uma pane onde 19 pessoas precisaram ser retiradas pelo Corpo de Bombeiros. Em 2003, duas pilastras desabaram e desde então o modal nunca mais funcionou.

Um impasse entre a construtora e a prefeitura impede que a edificação volte a funcionar. A concessionária culpa a administração pública pela queda dos pilares de sustentação e pede que seja feita uma análise da estrutura que ainda existe. Em 2012, a prefeitura compôs uma comissão de engenheiros para elaborar um parecer técnico sobre as condições estruturais do monotrilho.

Sobre o autor do post

Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios