Ciclista

São Paulo já planejou instalar ciclovia na Marginal Tietê

Já imaginou a discussão que seria uma ciclovia instalada na Marginal Tietê, em todos os pontos de vista possíveis, desde os próprios ciclistas, até os motoristas de carro que não estão muito contentes com a redução da velocidade?

São Paulo já estudou a possibilidade lá nos anos 70. Em outubro de 1975, dias antes do anúncio do projeto da primeira ciclovia da Avenida Juscelino Kubitschek, o prefeito Olavo Setúbal encomendava estudos para uma pista exclusiva para magrelas no canteiro central da Marginal Tietê, entre as pontes da Bandeiras e da Penha. O anuncio foi feito no jornal “O Estado de São Paulo” daquele ano.

Os anos se passaram e ficamos sem a ciclovia, e com a terceira pista na marginal para os carros, junto com o trânsito. Em contrapartida a marginal Pinheiros ganhou uma pista para ciclistas com 21,2 quilômetros de extensão, inaugurada em 2010. Existem projetos de instalação de outra ciclovia na outra margem, com a mesma extensão.

Ainda que não seja possível trafegar pela marginal em ciclovia, é possível transpor o rio em estruturas para as bicicletas. Até o momento, 7 pontes tiveram ciclovias implantadas.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios