TAV

China ganha Trem de Alta Velocidade em trecho de baixa temperatura

A China ganhou uma nova ferrovia de alta velocidade nesta segunda-feira (17), que vai ligar Harbin, a capital do nordeste de Heilongjiang, com Qiqihaer, segunda maior cidade do Heilongjiang. O serviço terá 28 trens projetados para suportar frio intenso, até 40 graus Celsius negativos. Em construção foi iniciada 2009, e a linha possui 286 km de extensão.

“Nós substituímos algumas partes críticas do trem com materiais resistentes ao frio, como válvulas de baixa temperatura e graxa”, disse Huang Lei, vice-presidente da Harbin Railway Administration.

As composições circulam em velocidades de até 250 quilômetros por hora. O tempo de viagem entre o trecho atendido deve cair de 3 horas para cerca de 85 minutos. São esperados o transporte de pelo menos 8 milhões de passageiros por ano.

O país possuí uma malha ferroviária de 98 mil quilômetros, divididos entre serviços cargueiros e de passageiros. Deste total, cerca de 9 mil km são destinados aos serviços de alta velocidade, dando a China a maior rede de trens deste tipo do mundo. Em 2014, o sistemas de trens transportaram quase duas vezes mais passageiros do que os voos domésticos nacionais.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios