VLT

Primeiro VLT chega ao Rio de Janeiro

A cidade do Rio de Janeiro recebeu nesta semana o primeiro VLT. Vindo diretamente da França, da fábrica da Alstom, o trem não terá Catenária, isso é, fios aéreos. Este vai ser o segundo sistema no mundo que não tera catenária. O primeiro é em Dubai, onde o Via Trolebus conheceu o sistema de perto em março deste ano. (relembre aqui)

“O Rio será a segunda cidade no mundo a ter um VLT 100% livre de catenária, ou seja, sem os cabos aéreos de energia para alimentar os veículos. A primeira foi Dubai, nos Emirados Árabes. O sistema, chamado de APS, aliado a capacitores, fornece eletricidade pelos trilhos, que são energizados somente no exato local onde a composição está passando”, diz Jorge Arraes, secretário especial de Concessões e Parcerias Público-Privadas.

O trem ainda esstá no porto devido processos alfandegários. Assim que liberado, seguirá para a Rua General Luís Mendes de Morais, ao lado da Rodoviária Novo Rio, para realizar as primeiras avaliações. Uma equipe da Alstom francesa virá para acompanhar os primeiros testes. O sistema deve contar com 31 trens, sendo que mais 4 virão da França e os demais serão fabricados em Taubaté, na nova fábrica da Alstom.

vltrio2

“A fábrica em Taubaté foi inaugurada em março para isso. Eles começaram a montar os trens desde então. Toda a parte de sistema, como equipamento elétrico, continuará sendo importada. O que será fabricado aqui serão as rodas, suspensão, bancos, luminárias, tudo que não for sistema elétrico e de TI será fabricado em São Paulo. Não há risco de atrasos. O processo faz parte do programa de nacionalização progressiva que firmamos na época que definimos a empresa. Uma das exigências era que ocorresse transferência de tecnologia para que a fábrica brasileira ficasse apta a produzir VLTs para outros lugares” diz Arraes.

A previsão é que os primeiros VLTs comecem a circular pelo trecho que vai da Rodoviária Novo Rio até o Aeroporto Santos Dumont no fim de 2015 e o publico possa começar a utilizar o novo modal em abril de 2016.

vltrio3

Sobre o autor do post

Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios