Metrô SP

Entrega da Linha 6-Laranja pode atrasar, diz jornal

De acordo com reportagem publicada pelo jornal Valor Econômico, a dificuldade em desapropriar imóveis para a construção da linha 6 – Laranja do Metrô deve acarretar em atraso na entrega da linha, que esta sendo construída e será operada pela iniciativa privada, porém a parte de desapropriação fica a cargo do Governo do Estado.

Na publicação, o Valor diz que a gestão Alckmin deixou de repassar, pelo menos, 30% dos recursos necessarios para as desapropriações. Com esta demora, hoje, só há 2 frentes de obras trabalhando. No cronograma deveriam ser 15.

O consórcio Move São Paulo, liderado pela Odebrecht Transport e pela Queiroz Galvão, com participação minoritária da UTC, terá 19 anos para explorar a linha, a partir de 2020. Caso a entrega atrase, e fique comprovado que o motivo foi por conta da parte do Governo Estadual, o contrato poderá ser revisto.

A Secretaria Estadual dos Transportes emitiu nota reconhecendo que só há 2 frentes atuando porém não crê em atrasos no cronograma.

Sobre o autor do post

Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios