Analisando reportagens sobre Ciclovia da Zona Leste

O tema “ciclovia” ainda gera polêmica na cidade de São Paulo, e a mais recente diz respeito a uma estrutura que esta sendo instalada na avenida Bento Guelfi, no Jardim Iguatemi, zona leste da cidade.

Nos últimos dias pelo menos três veículos da grande mídia noticiaram o fato, ressaltando o possível perigo que os ciclistas correm em usar a estrutura, repetindo, ainda não inaugurada e portanto com trabalhos pendentes.

O primeiro veículo a noticiar foi a rádio CBN, acompanhado de muitas manifestações de ouvintes questionando a implantação. Dias depois os jornais “Folha de São Paulo” e “Agora”  publicaram textos questionando a integridade de quem pedala.

Porém, pelo menos nos dois textos alguns fatores não foram mencionados para melhor entendimento do leitor.

“O trecho, em quase toda a extensão, fica no meio da avenida, sem qualquer proteção para o ciclista, uma vez que não tem canteiro central…Ao longo da via, quase não há sinalização…Dos quatro semáforos existentes em toda a avenida, apenas dois funcionavam ontem.” diz o texto.

Mas, como mencionado no começo deste post, e a própria reportagem informa que a ciclovia ainda esta em obras, portanto é natural que todos os equipamentos não estejam instalados.

O ponto que chama mais a atenção no texto é a respeito das leis de trânsito. “Veículos invadem a pista constantemente e não respeitam o limite de velocidade, de até 40 km/h” – diz os textos.

O código Brasileiro de Trânsito é claro: O condutor que dirige acima dos limites de velocidade comete uma infração média com multa de R$85,13 e quatro pontos na carteira. Quem ultrapassar entre 20% a 50% da velocidade máxima da via, a é infração considerada gravíssima e pode ser multado em R$ 127,69, além de cinco pontos na carteira. O mesmo vale para motoristas e trafegare na contra-mão ou no canteiro central.

Portanto, nada justifica a infração em qualquer via, com ou sem ciclovia.

Outro ponto que não foi retratado nas reportagens diz respeito às diretrizes da prefeitura na implantação da estrutura cicloviária. Uma delas é não suprimir vias de rolamento dos carros. Neste caso da zona leste, se não fosse instalada no centro da avenida, a ciclovia teria que ser implantada na faixa de estacionamento dos carros.

Em ultimo caso, a ciclovia deveria ser instalada junto a calçada, tornando o espaço compartilhado entre ciclistas e pedestres, como ocorrem em estruturas do centro da cidade. No entanto, diversos postes de iluminação tornariam a medida inviável. Como se pode ver na imagem abaixo antes da implantação da ciclovia, a sinalização da avenida era precária:

Imagem extraída do Google Maps

Imagem extraída do Google Maps


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.