BRT

Dilma assina ordem de serviço para obras do BRT de Goiânia

26_MFG_680_aaa2

A presidente Dilma Rousseff assinou nesta quinta, 19, a ordem de serviço para início das obras do BRT de Goiânia.

“Se tem uma coisa que é valioso é o tempo; o transporte rápido significa que você domina o seu tempo, pode usar para cultura, lazer”, disse a presidente no evento, ao lado do governador de Goiás, Marconi Perilo, do prefeito de Goiânia, Paulo Garcia do ministro das cidades, Gilberto Kassab.

O BRT terá 21,8 km de extensão e vai chegar até a cidade vizinha, Aparecida de Goiânia. De acordo com a prefeitura de Goiânia, 120 mil usuários devem utilizar o sistema diariamente.
As empresas terão 30 dias para iniciar as obras, a partir do recebimento da ordem de serviço. O prazo para a conclusão do empreendimento é um ano e oito meses, ou seja, a previsão é que esteja finalizado até o fim de 2016.

Serão gastos R$ 340 milhões na implantação do BRT, sendo R$ 210 milhões do governo federal, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento Mobilidade Urbana e R$ 130 milhões recursos municipais.

Sobre o autor do post

Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios