BRT

Linha 3 do Metrô Rio pode virar BRT

BRT-x-METRÔ

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, quer discutir com a sociedade a possibilidade de alterar o projeto do monotrilho da futura linha 3 do MetrôRio para BRT.

“Eu quero muito começar essa obra ainda esse ano, mas claro que eu tenho que vencer as burocracias. Tem audiência pública e todo um rito que tem que ser seguido. Mas eu quero muito tirar esta obra do papel, começar este ano. Pode ter certeza de uma coisa, a água na Baixada e a Linha 3, o que eu me comprometer eu vou tirar do papel”, afirmou.

A linha 3 é uma de suas promessa de campanha e o trajeto da linha prevê ligar as cidades de Niterói e São Gonçalo.
Nesta segunda-feira, 23, o secretário Carlos Roberto Osório afirmou que a obra, que ligaria a Praça Araribóia a Guaxindiba custaria R$ 3,5 bilhões e teria um prazo de execução longo. De acordo com o secretário, a situação financeira do estado e do país complicou a situação. Por isso, a opção pelo BRT, que segundo Osório, é mais barato e poderia ser estendido a outros municípios.

“Hoje o que está sendo proposto é o monotrilho, que tem uma capacidade de carregamento menor que o metrô convencional. A avaliação nossa é se o BRT seria uma melhor opção para fazer o mesmo trajeto, talvez ampliando a direção para Itaboraí de uma maneira mais barata e mais rápido, sem abrir mão da qualidade e do tempo de viagem do passageiro”, informou.

Sobre o autor do post

Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios