Obras na estação São Paulo-Morumbi | Site do Metrô
Metrô SP

Governo pode ter que trocar consórcio da obra da Linha 4

O Governo de São Paulo prometeu para este ano apenas 2 novas estações de Metrô: Oscar Freire e Higienópolis-Mackenzie. E pelo andar da carruagem nem estas 2 devem ficar prontas este ano.

Conforme já noticiamos aqui, o consórcio Isolux-Corsán-Corviam diminuiu o ritmo das obras da fase 2 da linha 4 – Amarela.

Agora, o governador Geraldo Alckmin já cogita ter que trocar o consórcio e ter que fazer uma nova licitação para obra, o que acarretaria em mais atrasos. A linha 4 já está há 11 anos em obras. Outra opção é contratar o segundo colocado da licitação.

De acordo com o jornal O Estado de São Paulo, o consórcio atribui as dificuldades ao “desequilíbrio econômico-financeiro por atrasos na entrega e definição dos projetos executivos, por parte do Metrô”. Alckmin rebateu ontem a versão: “Na realidade, a empresa está é com dificuldade. Não está conseguindo tocar a obra.” As Estações Higienópolis-Mackenzie e Oscar Freire devem ter o cronograma comprometido.

O Metrô afirmou em nota ontem que “o consórcio recebeu todos os projetos executivos necessários ao prosseguimento regular das obras da Linha 4-Amarela”. Segundo a companhia, o consórcio já foi acionado pela redução do número de funcionários e do ritmo das obras. “Os processos administrativos serão aplicados, caso o ritmo das obras não seja retomado.”

Obras na estação São Paulo-Morumbi | Site do Metrô
Obras na estação São Paulo-Morumbi | Site do Metrô

Sobre o autor do post

Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios