Audiência de conciliação entre metroviários e o Metrô no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) (Foto: Roney Domingos/G1)
Greve

Termina sem acordo Audiência entre Metrô de SP e Sindicato

Não houve acordo entre metroviários e o Metrô de São Paulo, em uma reunião de conciliação no TRT. Durante a audiência, o sindicato propôs reajuste de 12,2%, e reduziu a reivindicação de PLR de 1,5 salário para 1 salário. O sindicato dos engenheiros pede reajuste de 12,3% e piso mínimo para os engenheiros. Inicialmente, a categoria reivindicava um aumento de 16,5%.

O Metrô por sua vez disse que não consegue pagar além do já proposto, e manteve a oferta de reajuste de 8,7%. “Tem questões que eu não posso decidir”, disse o presidente do Metrô, Luiz Antônio Carvalho Pacheco.

A justiça deu um prazo de 24h para que as partes se manifestem novamente. O Metrô entrou com uma ação contra o sindicato sobre a legalidade da Greve, que vai ter julgamento neste final de semana.

Os trabalhadores estão reunidos para decidir se mantem a greve.

Audiência de conciliação entre metroviários e o Metrô no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) (Foto: Roney Domingos/G1)
Foto: Roney Domingos/G1

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios