SPTrans

Secretário Municipal de Transportes quer mais ônibus na madrugada com intervalos menores em SP

Viaduto-do-CháNesta semana o Secretário Municipal de Transportes, Jilmar Tatto, deu detalhes de como será o esquema de linhas noturnas que devem ser implantadas na capital paulista. O tema ganhou foco depois que foi implementada a lei seca, e consequentemente um movimento nas redes sociais pediu o funcionamento do Metrô 24 horas por dia.

Devido a manutenção do sistema metroviário, a solução então foi apresentar uma rede de linhas noturnas para atender a demanda, afinal São Paulo nunca dorme. Por falar em Metrô, o uso de áreas restritas das estações que ficam ociosas de madrugada devem ser usadas como infraestrutura para as linhas noturnas. Prefeitura e a companhia do metropolitano conversam sobre esta parceria. Nos mesmos locais devem ter espaços para táxis.

A rede de ônibus paulistana já possuí linhas com horários estendidos até a madrugada, e outras que funcionam apenas neste horário. Porém, muitas delas possuem intervalos altos, somado com a insegurança, acabam inibindo a adesão de novos passageiros. Em virtude disto, Tatto disse que será ampliado o número de ônibus na madrugada. As linhas maiores terão intervalos de 15 minutos e as ligações entre os bairros terão intervalos de 30 minutos.

Os serviços de ônibus noturnos vão seguir três estruturas operacionais:
– cumprir os trajetos das linhas de metrô entre 00h00 e 04h00;
– percorrer os principais corredores e faixas de ônibus pela cidade
– ligar os bairros aos terminais mais afastados do centro.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios