CPTM Metrô SP

Ativistas colam placas sobre superfaturamento em trens do metrô

1456702_651442528231087_925733283_n“Atenção: Este trem foi superfaturado em uma licitação fraudulenta”. Esta é a mais nova placa presente nos trens do Metrô em São Paulo, e olha que a arte até combina com a comunicação visual dos trens. Mas o Metrô diz “só que não”, e já retirou os avisos.

No entanto, o “estrago” já está feito nas redes sociais, onde os compartilhamentos do Facebook já passaram na casa dos 5 mil. Junto com a imagem viral, é disponibilizaram o arquivo para download. Eles defendem o “anonimato” e o “domínio público” nesse tipo de intervenção urbana.

Outro lado

De acordo com publicação do Jornal “Folha de São Paulo”, o PSDB caracterizou a a atitude como eleitoreira: “O PSDB de São Paulo considera essa ação inescrupulosa, bem como a ação do ministro da Justiça José Eduardo Cardozo”, diz a nota do diretório estadual do partido.

Em entrevista no fim de semana ao mesmo jornal, o ministro refutou as acusações do partido: “Qual é o papel do ministro da Justiça? É mandar apurar, com sigilo”, disse então Cardozo, que encaminhou à Polícia Federal denúncias contra políticos tucanos, do DEM e do PMDB. No documento enviado à PF, Edson Aparecido, principal secretário do governador Geraldo Alckmin (PSDB), é acusado de receber propina do lobista Arthur Teixeira, indiciado por intermédio no pagamento de comissões em contratos do Metrô e da CPTM.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios