Mobilidade Urbana SPTrans TAV

Haddad concede entrevista a jornal e comenta sobre temas polêmicos da Mobilidade Urbana

O prefeito eleito Fernando Haddad concedeu esta semana entrevista ao jornal Folha de São Paulo. Alguns pontos que nos interessa foram levantados:

Reajuste dos ônibus

Haddad disse que caso tenha aumento (o que sabemos que é muito provável) não será acima da inflação. Disse que o secretário responsável esta estudando como proceder neste caso. Não deu prazos.

Subsídios

Questionado se pretende aumentar os subsídios às empresas ou aumentar a tarifa, deixou claro que não pretende aumentar recursos para as empresas de ônibus e vê o valor de R$ 600 milhões por ano aceitável de se repassar (este ano foi repassado R$ 1bi).

Nova Licitação

A licitação das empresas de ônibus vence no meio de 2013. Haddad disse que vai fazer a nova licitação porém o tempo é curto e pode ocorrer alguns contratos temporários caso a licitação não ocorra a tempo. Enfatizou que o futuro secretário, Jilmar Tatto, está conversando com a atual administração para agilizar o processo.

Novos corredores

Pretende finalizar a licitação que está em andamento dos 66km. Com isto, faltará 84 km para atingir sua meta de 150 km.

TAV

Disse que conversou com a presidente Dilma Rousseff sobre o projeto do trem-bala e mostrou como pretende operar as novas operações urbanas. Enfatizou que pretende criar a Operação Urbana do Tietê, levando mais empresas para as margens do rio. Esta operação já faria parte da promessa de campanha intitulada “Arco do Futuro”.

Por Caio Lobo

Sobre o autor do post

Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios