Mobilidade Urbana Trem de Carga

10 anos de nova Imigrantes e a prova de que o governo ainda tem olhos apenas para o transporte individual

Bandeira de campanha do Governo Estadual a décadas, a nova Imigrantes, que foi construída em quatro anos e seis meses com investimento de R$ 870 milhões, completa dez anos esta semana, e já corre risco de ter a capacidade saturada nos próximos anos. No dias de hoje, circulam em média 30 mil veículos pela via no sentido Litoral. Segundo o jornal “Diário do Grande ABC” o número teve crescimento de 23,3% desde 2004.

Em dez anos, o aumento no número de veículos em todo o SAI (Sistema Anchieta-Imigrantes), que também inclui as rodovias Cônego Domênico Rangoni e Padre Manoel da Nóbrega, foi de 32,9%. No mesmo período, a evolução foi de 29% se considerados apenas os carros de passeio e de 55% entre os comerciais pesados.

Em contra partida nenhum outro modal para ligar a capital ao litoral foi implementado, mostrando que o governo ainda tem olhos apenas para o transporte individual.

Outra rodovia que também já apresenta níveis de saturação é o rodoanel: “O Trecho Oeste do Rodoanel já está saturado e o Sistema Anhanguera-Bandeirantes está chegando lá”, diz o professor de Engenharia da FEI (Fundação Educacional Inaciana) e especialista em Transportes Creso de Franco Peixoto. Na opinião dele, o Ferroanel tiraria veículos da serra.

Na avaliação da professora da UFABC (Universidade Federal do ABC) e especialista em Mobilidade Urbana Silvana Zioni, o risco de sobrecarga é reflexo da falta de alternativas ao transporte no Brasil. “O sistema rodoviário sempre teve prioridade. Esse tipo de coisa faz a gente refletir em como a diversidade de modais nos ajudaria.”

Por Renato Lobo, com as informações de “Diário do Grande ABC”

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios