Mobilidade Urbana

Sindicato dos Motoristas é favorável a saída dos cobradores de ônibus em São Paulo

Se você ficou sabendo que a função de cobrador de ônibus pode ser extinta na capital paulista, e achou que o sindicato da categoria iria brigar pela permanência dos trabalhadores nos ônibus, se enganou.

De acordo com o diretor do Sindicato dos Trabalhadores, Nailton Francisco de Souza, pouca gente paga as tarifas com dinheiro e que o cobrador fica boa parte do tempo ocioso dentro do ônibus. O diretor do Sindmotoristas é favorável à saída dos cobradores e o pagamento de mais R$ 250 para motoristas, já que será atribuído a função de cobrar a passagem.

Segundo publicação do Blog Ponto de Ônibus, do jornalista Adamo Bazani, a substituição será vantajosa para as empresas de ônibus, mesmo com as exigências. Hoje, o salário de um motorista na Capital por 30 dias trabalhados é de R$ 1.676,00. Com a retirada do cobrador, esse salário subiria para R$ 1.899. Entretanto, as empresas de ônibus deixariam de pagar os R$ 978,00 para 30 dias de salário de cobrador. Pela proposta do vereador Antônio Carlos Rodrigues, do PR, mais a sugestão do representante dos trabalhadores, com a extinção dos cobradores, os custos por viagem seriam de R$ 1899,00. Uma economia de R$ 755,00 para o bolso das empresas a cada equipe de trabalho.

Ainda que se fale em um reaproveitamento dos trabalhadores em outras funções, é praticamente impossível imaginar a criação de 15 mil novos postos de trabalho, oque na certa vai acarretar em um grande número de desempregados. Cidades vizinhas à São Paulo que aboliram os cobradores, e a função foi encorporada pelos motoristas, se deparam com uma certa demora na cobrança da passagem pelo profissional, e consequentemente atrasa a partida dos ônibus.

Por Renato Lobo, com as informações de Blog Ponto de Ônibus

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios