Mobilidade Urbana SPTrans

Em ano de eleição não tem aumento de tarifa de ônibus em São Paulo

Gilberto Kassab já está de olho nas próximas eleições. Em 2012 estão previstos o triplo de investimentos em várias áreas, incluindo o transporte público. De acordo com informações do jornal O Estado de São Paulo, o orçamento de 2012 que Kassab entrega às 16 horas na Câmara Municipal, de R$ 38 bilhões, tem crescimento de 12% em relação ao de 2011 – a elevação do PIB nacional para o próximo ano, porém, é de 4%.

Kassab reservou R$ 6,1 bilhões em novos investimentos, dentre estes, um túnel entre a zona sul e a Rodovia dos Imigrantes e a conclusão da reforma do Largo da Batata, que está incluído o novo terminal de ônibus ao lado da estação Pinheiros do Metrô/CPTM.

O prefeito, que pretende fazer o sucessor pelo seu PSD, vai gastar no ano que vêm suas reservas, como R$ 1,5 bilhão arrecadado pelas operações urbanas Faria Lima, Água Espraiada e Pompeia. E, para evitar um aumento de ônibus em ano de eleições, o prefeito reservou R$ 660 milhões em subsídios para as oito viações de ônibus e dez cooperativas de perueiros da capital.

Mas, Gilberto Kassab deixou de cumprir diversas metas de sua gestão, como novos corredores, reforma da frota de trólebus, novos terminais, etc…

Por Renato Lobo

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios