Ciclista CPTM

Ciclovia Rio Pinheiros vai chegar até o Parque Villa Lobos

A Ciclovia Rio Pinheiros, que atualmente conta com 14 km de extensão entre a av. Miguel Yunes, próxima a estação Jurubatuba e a estação Vila Olímpia  da linha 9 – Esmeralda da CPTM, ganhará mais 6,4 km até a estação Villa Lobos-Jaguaré, e três novos acessos: um pela ponte Cidade Universitária, outro na estação Morumbi e o terceiro pela estação Santo Amaro. O projeto também investe em soluções sustentáveis, incluindo um sistema de iluminação a partir da energia limpa e renovável.


Novos acessos: previstos para serem implantados até o final deste ano, dois acessos são resultados de readequações do mezanino à passarela interna das estações Morumbi e Santo Amaro, que terão rampas para facilitar o deslocamento entre a ciclovia e as estações. No caso do terceiro acesso, a CPTM construirá uma passarela ligando a ciclovia à ponte Cidade Universitária, nas proximidades da estação homônima. 


Para o primeiro semestre do ano que vem está prevista a conclusão de outras duas passarelas de uso exclusivo para os ciclistas: uma ligará a ciclovia ao Parque Villa-Lobos e a outra ao Parque do Povo, próximo à ponte Cidade Jardim.


Pontos de apoio


Devem ser ampliados os pontos de apoio, até o final do ano. Atualmente há dois fixos, um no acesso pela Av. Miguel Yunes e o outro no acesso pela Vila Olímpia. Nos “pontos” há banheiros, bebedouros e espaço para troca de pneus e manutenção das bikes, além de local para descanso. Um terceiro espaço, provisório, perto da estação Santo Amaro será transformado em posto permanente, ganhando banheiro e cobertura, a exemplo dos novos pontos que serão implantados na altura das estações Cidade Jardim, Cidade Universitária e Jaguaré-Villa Lobos. No total, serão seis unidades com infraestrutura adequada para atender aos ciclistas. 


Inaugurada em fevereiro de 2010, a Ciclovia Rio Pinheiros está inserida no cenário urbano como alternativa segura de lazer e deslocamento para os moradores da capital. O espaço possibilita a integração do ciclista com a natureza e estimula o uso da bicicleta como meio de transporte não poluente e saudável. A iniciativa é resultado de uma parceria entre a CPTM e a Emae, que autorizou sua implantação na estrada de serviço que fica paralela à Linha 9-Esmeralda, que liga a cidade de Osasco ao bairro do Grajaú, às margens do Rio Pinheiros.



Renato Lobo é Técnico em Transporte Sobre Pneus e Transito Urbano.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios