CPTM Metrô SP

Metrô e CPTM operam normalmente

O Sindicato dos Metrovários de São Paulo aceitou a proposta do Metrô e descartou a greve marcada para esta sexta-feira, 3. A decisão foi tomada em assembleia. A companhia do Metrô propôs reajuste salarial de 8% e aumento no valor do vale alimentação. No início das negociações, os funcionários pediam reajuste de 10,79%, mas ao final reivindicavam 8,5%.


Os sindicatos da CPTM também suspenderam a greve iniciada na quarta-feira. De acordo com os sindicalistas, atendendo à determinação do TRT, os funcionários voltam ao trabalho ainda na noite desta quinta, mantendo apenas estado de greve. Nesta sexta, a circulação deve estar normalizada, mas as negociações com a CPTM vão continuar – uma nova audiência está marcada para o dia 10.


Com a paralisação de todo o sistema ferroviário, 89 estações estiveram fechadas nesta quinta em 22 municípios da região metropolitana de São Paulo. A CPTM  estima que cerca de 2,4 milhões de pessoas tenham sido prejudicadas durante o dia.


O funcionários da companhia pedem 5% de aumento real nos salários e cerca de 8% de correção sobre a inflação medida em São Paulo (IPC-Fipe), além de reajuste no valor do vale refeição. A CPTM ofereceu reajuste salarial de 3,7%. Caso a CPTM não ofereça uma proposta melhor, eles ameaçam voltar a greve.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!