Metrô SP

Metrô dá o pontapé inicial para a linha 18-Bronze, que vai ligar a capital à São Bernardo do Campo

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) esteve hoje em Santo André para dar o pontapé inicial na construção do Veículo Leve sobre Trilhos no Grande ABC. Alckmin vai anunciar a abertura da licitação para desenvolvimento do projeto executivo do transporte coletivo que ligará a região à Estação Tamanduateí do Metrô, na Capital.


O trajeto estipulado pelo governo do Estado é de 28 quilômetros e partirá, inicialmente, do Centro de São Bernardo, passará pelo bairro Bom Pastor, em Santo André, contornará a Avenida Guido Aliberti, em São Caetano, até chegar à Estação Tamanduateí. O custo desta etapa, que norteará as obras, está estimado em R$ 50 milhões. O montante será dividido em duas partes. A CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos), órgão ligado à União, vai despender R$ 27,6 milhões. Os outros R$ 22,4 milhões virão dos cofres do Metrô.


A construção de ligação do Grande ABC à rede de metrôs paulistana foi uma das demandas discutidas entre o Consórcio Intermunicipal e o governo do Estado. A expectativa também é a de que o governador anuncie investimentos na área de Habitação e Saúde, inclusas na pauta de reivindicações da entidade regional entregue ao Estado em março deste ano.


Segundo o deputado estadual Orlando Morando (PSDB), líder de governo na Assembleia Legislativa, a estimativa do Executivo estadual é finalizar o projeto executivo até o fim deste ano. “O governo do Estado vai contratar a empresa para projetar todo o trajeto e, se tudo der certo, a partir de 2012 começam as obras de construção do VLT”, disse.
O prefeito de Diadema e presidente do Consórcio, Mário Reali (PT), disse que o próximo passo será obter recursos a outras obras de mobilidade urbana regional. “Agora precisamos discutir outras intervenções em médio prazo em vias hoje saturadas, além do bilhete único regional.”


Antiga Reivindicação


O Grande ABC sempre pediu ligação direta entre a região e o Metrô. Desde o início das atividades do Consórcio Intermunicipal, no início dos anos 1990, o tema era debatido entre os prefeitos. Porém, o projeto nunca avançou em âmbito regional e muito menos junto ao governo do Estado.
As negociações para a criação do VLT ganharam força no começo de 2009, quando São Caetano projetou a construção de linha direta entre a cidade e a rede de metrôs paulistana. A partir de então, o Consórcio tomou esse tema como uma das prioridades regionais.


Em 2010, o prefeito de Santo André, Aidan Ravin (PTB), tentou mudar o trajeto do VLT ao sugerir que a linha passasse pelo Centro da cidade. O pedido foi analisado pelo governo do Estado, mas não entrou no curso do transporte.
Outra discussão postergada é sobre a expansão do veículo até o bairro do Alvarenga, em São Bernardo. A área deverá ser atendida na segunda etapa deste projeto.


Com as informações de Diário do Grande ABC

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios