Divulgação
CPTM

Maquinista da CPTM produz obra de arte na Estação Calmon Viana

No século passado, as locomotivas a vapor foram responsáveis pelo transporte dos passageiros e cargas, e em tempos de trens elétricos, uma obra de arte resgata o tempo das clássicas maquinas.

Um maquinista da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM fará um grafite na Estação Calmon Viana, que atende as Linhas 11-Coral e 12-Safira. A obra fará referência aos 30 anos da operadora. O grafite será desenvolvido pelo colaborador Rodrigo de Souza Lazarino, maquinista há 13 anos na empresa, que dedicará a arte em homenagem ao seu ofício.

De acordo com a CPTM, o desenho inspirado em um trem será pintado na sala dos maquinistas na plataforma 4 da estação. Outra obra do artista também já foi instalada em uma parede na Estação Engenheiro Manoel Feio, na Linha 12-Safira. Na CPTM desde 2009, Rodrigo Lazarino dedica tempo nas horas vagas para desenvolver suas criações em desenho, pintura em tela e arte urbana.

O grafite terá dois metros de tamanho e extensão e será feito em um dia. “A ideia para o desenho é a união do meu trabalho e os cenários que vejo durante as viagens na cabine do trem. Algumas vezes estava chegando no trabalho, o sol estava nascendo e o céu com tons de cores entre amarelo e laranja. Isso sempre me inspirou”, diz Rodrigo.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios