Monotrilho

Trens do monotrilho que bateram estão em “fase final” de reparo

Em janeiro de 2019, dois trens do monotrilho da Linha 15-Prata colidiram na estação Jardim Planalto. A parada ainda não estava operacional, e os trens estavam em uma área de manobra. Os veículos estão fora de operação após o choque que danificou as frentes dos trens. Tratam-se das composições M22 e M23.

Mas de acordo com o site “Mobilidade Sampa“, as composições estão em fase final de reparo e tudo indica que o trabalho está sendo bancado por uma seguradora.

“A colisão ocorreu em uma área não operacional, com trens fora da operação comercial. O processo para reparo e custeio pela seguradora está em fase final. Lembrando que a Linha 15-Prata conta com reserva técnica de trens para substituição e ampliação da oferta, sempre que necessário”. –  informou o Metrô ao site

No ano passado, o presidente da companhia, Silvani Pereira, chegou a afirmar que não houve falha técnica, dando a entender que o problema pode ter sido uma falha de procedimento. “A apuração concluiu que não houve falha técnica e o Metrô revisou os procedimentos operacionais da linha. As tratativas técnicas foram feitas com a Bombardier Transportation e estamos aguardando a resposta da seguradora”, disse Silvani em uma rede social

A linha 15 conta com uma frota de 27 trens, todos produzidos pela Bombardier.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios