Foto: Governo do Estado de São Paulo
Monotrilho

Entrave com trem da Linha 17 pode ser sanado com visto e testes online

A BYD e o Metrô de São Paulo podem realizar inspeções no primeiro trem do monotrilho da Linha 17-Ouro de forma remota. A informação é de Alexandre Barbosa, Diretor de Projetos da BYD Brasil, em entrevista ao canal do Via Trolebus no YouTube:

As análises do trem cabeça de série é crucial para que a fabricante prossiga na construções das demais treze composições.

“O que nós estamos fazendo de novidade, e isso a gente discutiu com o Metrô, e a gente está conseguindo convergir a uma dinâmica de fazer alguns testes online.”. De acordo com ele, os trabalhos poderiam adiantar a vinda do trem para o Brasil, uma vez que a visita dos funcionários do Metrô no país asiático seria agilizada. Barbosa, entretanto, ressalta que mesmo com as análises remotas, ainda é preciso a presença dos técnicos na China.

Sobre a viagem, o Diretor de Projetos da BYD acredita que os tramites podem ser resolvidos ainda em maio. “Infelizmente era para nós termos um acompanhamento com os técnicos e engenheiros do Metrô na China. Não puderam ir devido a pandemia. E agora estamos esperando que a gente consiga liberar esses vistos para que os engenheiros irem até a China para acompanhar os testes. Quando a gente fala em trem de cabeça de série, tem que sofrer uma exaustiva de testes, e que é muito importante o acompanhamento do Metrô”. São centenas de testes com o primeiro trem, sendo que parte deles podem ser sanados com a vídeo conferência.

Já sobre a fabricação dos demais trens, Barbosa afirma que já foram comprados todos os componentes antes da montagem dos carros. O prazo para entrega de todos da frota é para 2023, mesmo ano previsto para início da operação da Linha 17-Ouro.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios