Metrô SP

Estudo de implantação da Linha 20 do Metrô deve terminar em 2022

O Metrô de São Paulo informou que contratou no final de 2021 um serviço de Financial Advisory, que corresponde a um estudo do modelo econômico-financeiro e jurídico para a implantação da Linha 20-Rosa, que vai ligar a Lapa ao ABC Paulista, passando por São Bernardo do Campo e Santo André.

De acordo com a operadora, o contrato foi assinado com o Consórcio Logit-QueirozMaluf-Almeida&Fleury-EGT, que terá até nove meses para a realização dos trabalhos.

O motivo da contratação é a busca por soluções inovadoras, para atrair a participação de investidores na implantação do eixo metroviário. Isso passa pela proposição de alternativas de exploração comercial e imobiliária ao longo do trajeto da linha, das estações e dos pátios de estacionamento de trens e de manutenção, bem como os aspectos jurídicos e legais, incluindo os processos de desapropriações de imóveis. Os serviços do Financial Advisory também envolvem a prospecção de investidores (market souding).

Sobre a linha

O projeto da Linha 20-Rosa contempla uma extensão de 31 km, com 25 estações e 2 pátios de manutenção, entre as estações Santa Marina e Santo André, passando também pelas regiões da Lapa, Pinheiros, Faria Lima, Rebouças, Moema, Cursino e São Bernardo do Campo, com conexão direta a diversas linhas de transporte sobre trilhos.

Estágio atual do projeto

Atualmente, o Metrô desenvolve o projeto funcional (primeiro projeto de uma linha) e estudos auxiliares, como Investigação Geotécnica e Sondagens.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios