VLT

Entenda como Moscou revitalizou seu sistema de bonde

Imagine um sistema de bonde obsoleto, mas que sua revitalização o transformou em uma malha consistente de Veículo Leve Sobre trilhos – VLT?

Moscou iniciou um programa de renovação em sua extensa rede já há alguns anos. Tem trocado a frota antiga por veículos de piso baixo construídos na própria Rússia. O modelo mais difundido conta com três seções, projetado pela LLC “PK Transportnye Sistemy” (PK TS).

A cidade agora conta com 400 dos veículos, operando em 25 linhas além de outros 43 que devem chegar até o final de 2022. Há ainda uma frota específica para os atendimentos menos demandados, em cerca de 90 bondes de seção única e quatro eixos. São os modelos com capacidade total de 110 passageiros, 40 dos quais sentados.

Além disso, algumas rotas foram remodeladas com o redesenho do traçado das ruas, modernização das paradas, a melhoria das instalações de rede elétrica, e sistemas de informação aos passageiros.

Transporta aproximadamente 210 milhões de passageiros por ano e hoje está entre as 4 maiores redes do mundo.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios