Trens Urbanos

Argentina reabre ferrovia para passageiros após 51 anos sem operação

Uma ferrovia com 40,6 km de extensão entre Campo Quijano e Güemes no Vale Lerma, no noroeste da Argentina, foi reaberta na semana passada após 51 anos sem operação, como parte do Plano de Modernização dos Transportes do país.

Há três paradas no meio do caminho, como em Pacto de los Cerrillos, Combate de Rosario de Lerma e Camp Quijano. Segue a seção de 17,2 km mais a leste da rota C13 da Argentina e os primeiros 23,4 km do ramal C14 da Ferrovia Belgrano de bitola métrica.

Haverá seis trens diários nos dias de semana, com dois rodando entre Salta e Güemes usando a ferrovia reaberta. O tempo de viagem entre essas duas estações será de 2h52min para a viagem de 87 km.

Para reabrir a ferrovia, 41 km de trilhos foram reformados e novas estradas, pontes e bueiros foram construídos, enquanto 54 travessias de veículos e pedestres foram trazidas para padrões de segurança. Prosseguem os trabalhos de construção de 25km de vedação e instalação de 32 barreiras telecomandadas. Oito postos também estão sendo reformados, com reparos nos vasos sanitários, telhados, drenagem, piso, gesso, pintura, elétrica e iluminação.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios